Benefícios SociaisBolsa FamíliaGeral

De fazer chorar muito, TRISTE NOTÍCIA SAIU HOJE (27/02) para beneficiários de NIS 1,2,3,4,5,6,7,8,9 e 0 do Bolsa Família

De fazer chorar muito, TRISTE NOTÍCIA SAIU HOJE (26/02) para beneficiários de NIS 1,2,3,4,5,6,7,8,9 e 0 do Bolsa Família
Bolsa Família – Imagem: Revista dos Benefícios.

O programa do Bolsa Família é responsável por atender mais de 21 milhões de famílias em todo o país, fornecendo um pagamento mínimo mensal de R$600. No entanto, para garantir a manutenção desse benefício, é essencial que as famílias cadastradas sigam algumas regras. A triste notícia é que, caso contrário, elas correm o risco de terem o benefício suspenso ou cortado em definitivo.

Desde o ano passado, o Governo Federal tem realizado uma revisão cadastral nas famílias atendidas pelo programa. Esse processo, conhecido como pente fino, tem como objetivo identificar irregularidades e garantir que apenas as famílias que realmente necessitam sejam beneficiadas.

A revisão cadastral é realizada por meio do confronto de informações presentes no Cadastro Único (CadÚnico), preenchido pelas famílias no momento da inscrição no programa.

O Governo recomenda que esses dados sejam atualizados a cada 24 meses, além de serem atualizados sempre que houver alguma alteração, como mudança de endereço ou forma de contato. Ao realizar a atualização cadastral, a família evita ter o benefício cortado por falta de atualização. O processo deve ser feito de forma presencial em uma unidade do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) próxima da residência familiar.

O pente fino no cadastro do Bolsa Família

O pente fino no cadastro do Bolsa Família é realizado por meio do comparativo de informações sobre os beneficiários disponíveis em outros órgãos. Atualmente, dados da Receita Federal estão sendo utilizados para esse processo.

Caso alguma irregularidade seja encontrada, a família será devidamente notificada. Em situações em que não é possível realizar o comparativo de informações, o Governo Federal adotou outra técnica: a realização de visitas domiciliares efetuadas por agentes do programa.

Esses agentes são responsáveis por conferir se as informações prestadas estão de acordo com a realidade. Após passar por todas as etapas da revisão cadastral e ter sua situação regularizada, a família poderá continuar recebendo o pagamento do Bolsa Família normalmente.

Como evitar ser deixado de fora da revisão cadastral

Para evitar ser deixado de fora da revisão cadastral do Bolsa Família e garantir a continuidade do benefício, é importante que as famílias cadastradas estejam atentas às seguintes orientações:

  • Mantenha o Cadastro Único sempre atualizado: É fundamental manter as informações do CadÚnico atualizadas, principalmente em relação ao endereço e forma de contato;
  • Fique atento aos prazos: O Governo recomenda que as famílias atualizem o cadastro a cada 24 meses. Fique atento aos prazos e não deixe de realizar a atualização dentro do prazo estipulado;
  • Compareça às unidades do CRAS: A atualização do cadastro deve ser feita de forma presencial em uma unidade do CRAS. Verifique qual é a unidade mais próxima da sua residência e agende um horário para realizar a atualização;
  • Esteja preparado para as visitas domiciliares: Caso seja selecionado para passar por uma visita domiciliar, esteja preparado para receber os agentes do programa. Certifique-se de que todas as informações fornecidas no cadastro são condizentes com a realidade;
  • Fique atento às notificações: Caso alguma irregularidade seja encontrada durante o processo de revisão cadastral, a família será notificada. É importante ficar atento às notificações e tomar as providências necessárias para regularizar a situação.

Bolsa Família faz pagamentos em março

O Bolsa Família possui um calendário de pagamentos que define as datas em que os beneficiários poderão receber o benefício. É importante ficar atento a essas datas para garantir o recebimento correto do valor.

Confira o calendário de pagamentos do Bolsa Família abaixo:

  • NIS terminado em 1: 16 de fevereiro;
  • NIS terminado em 2: 19 de fevereiro;
  • NIS terminado em 3: 20 de fevereiro;
  • NIS terminado em 4: 21 de fevereiro;
  • NIS terminado em 5: 22 de fevereiro;
  • NIS terminado em 6: 23 de fevereiro;
  • NIS terminado em 7: 26 de fevereiro;
  • NIS terminado em 8: 27 de fevereiro;
  • NIS terminado em 9: 28 de fevereiro;
  • NIS terminado em 0: 29 de fevereiro.

Carolina Ramos Farias

Redatora do Revista dos Benefícios, é Graduada pela Universidade do Estado da Bahia - UNEB. Especialista em redação sobre Direitos do Trabalhador e Benefícios Sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *