Direitos do TrabalhadorGeralINSS

DECISÃO OFICIAL: Revisão do INSS entra em vigor em junho atingindo o benefício até de quem tem menos de 60 anos e pega brasileiros de surpresa

DECISÃO OFICIAL: Revisão do INSS entra em vigor em junho atingindo o benefício até de quem tem menos de 60 anos e pega brasileiros de surpresa
DECISÃO OFICIAL: Revisão do INSS entra em vigor em junho atingindo o benefício até de quem tem menos de 60 anos e pega brasileiros de surpresa – Imagem: Agência Brasil.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) desempenha um papel fundamental no sistema previdenciário brasileiro, sendo responsável pelo pagamento de diversos benefícios, como aposentadorias, pensões e auxílios.

Recentemente, uma instituição tem enfrentado um processo de revisão e fiscalização mais rigoroso, com o objetivo de coibir irregularidades e fraudes.

Esta iniciativa, conhecida como “pente-fino”, tem gerado preocupação e debates entre os beneficiários do INSS, especialmente aqueles que recebem pensão por morte.

Pente-Fino do INSS

A operação “Geração Espontânea”, conduzida pela Polícia Federal em conjunto com a Coordenação-Geral de Inteligência da Previdência Social, revelou um esquema de desvio de recursos milionários relacionado a pensões por mortes concedidas de forma irregular.

Segundo as investigações, os suspeitos foram contatados com a ajuda de um servidor do INSS para levantar uma lista de seguros falecidos e, em seguida, recrutar pessoas para se registrarem como beneficiários desses benefícios, mesmo que fossem mães, pais ou filhos fictícios.

Essa prática fraudulenta não gerou apenas o pagamento indevido dos benefícios, mas também créditos retroativos que foram repassados ​​à suposta organização criminosa.

Como resultado, a Polícia Federal e a Previdência Social descobriram 119 pensões por morte com suspeitas de irregularidades, das quais 75 foram suspensas durante as investigações.

O vai acontecer com a Revisão nos Benefícios do INSS?

Diante desse cenário, o INSS anunciou que irá analisar todos os benefícios com prejuízos de fraudes. Essa medida visa impedir até R$ 10 milhões em pagamentos futuros indevidos, beneficiando a sustentabilidade do sistema previdenciário.

É importante ressaltar que a revisão não se limita apenas aos benefícios de pensão por morte. Outros tipos de benefícios, como aposentadorias e auxílios, também podem ser alvo dessa fiscalização mais rigorosa. Isso significa que os segurados do INSS, independentemente da idade, podem ser afetados por essa nova iniciativa.

Quem pode ser impactado com a Revisão nos Benefícios do INSS?

Além dos beneficiários de pensão por morte, a revisão do INSS pode atingir uma ampla gama de segurados, incluindo aqueles que recebem outros tipos de benefícios, como aposentadorias e auxílios. Mesmo aqueles com menos de 60 anos podem ser afetados, caso haja acusações de irregularidades em seus processos.

É importante que os beneficiários do INSS fiquem atentos a quaisquer comunicados ou notificações da instituição, a fim de compreender melhor os critérios e procedimentos adotados nessa revisão.

Aqueles que tiverem seus benefícios suspensos ou revisados ​​deverão procurar orientação junto ao INSS ou a advogados especializados em direito previdenciário, para garantir seus direitos e garantir a continuidade da coleta de seus benefícios.

Calendário de pagamentos de junho do INSS

Além da revisão de benefícios, o INSS também divulgou o calendário de pagamentos das aposentadorias e pensões para o mês de junho de 2024. De acordo com informações, o INSS irá beneficiar até 33,4 milhões de previdenciários neste período.

Confira abaixo os dias de pagamento, de acordo com o número final do cartão:

Para quem recebe um salário mínimo

Final do CartãoDados de Pagamento
124 de junho
225 de junho
326 de junho
427 de junho
528 de junho
61º de julho
72 de julho
83 de julho
94 de julho
05 de julho

Para quem recebe mais que o salário mínimo

Final do CARTÃODados de Pagamento
1 e 61º  de julho
2 e 72 de julho
3 e 83 de julho
4 e 94 de julho
5 e 05 de julho

Pagamentos antecipados do INSS

Em decorrência das enchentes que atingiram o estado do Rio Grande do Sul, os pagamentos da parcela de junho foram antecipados. Assim, todos os beneficiários receberam a sexta parcela no último dia 24 de junho.

É importante destacar que essa medida de antecipação se aplica apenas a aposentadorias, pensões e Benefício de Prestação Continuada (BPC). Não foram contemplados os benefícios temporários, como auxílio-doença, salário-maternidade e auxílio-reclusão.

Como consultar o número do benefício do INSS

Para verificar o número final do NIS, o segurado pode consultá-lo no cartão do benefício ou por meio do aplicativo “Meu INSS”, disponível para download em dispositivos Android e iOS.

No aplicativo, após realizar o login com as credenciais cadastradas na plataforma gov.br, o usuário deverá acessar o menu de opções, localizado à esquerda da tela, e procurar pelo número do NIS.

Vale lembrar que o dígito após o traço não deve ser considerado. Portanto, em um NIS com o número 123456789-0, o dígito final é o 9.

Carolina Ramos Farias

Redatora do Revista dos Benefícios, é Graduada pela Universidade do Estado da Bahia - UNEB. Especialista em redação sobre Direitos do Trabalhador e Benefícios Sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *