Direitos do TrabalhadorINSS

NOTÍCIA SUPER SALVADORA HOJE (11/12) para quem precisa do consignado do INSS saiu e é a 1º boa notícia de dezembro

NOTÍCIA SUPER SALVADORA HOJE (11/12) para quem precisa do consignado do INSS saiu e é a 1º boa notícia de dezembro
Foto: Reprodução

O Conselho Nacional da Previdência Social (CNPS) anunciou recentemente uma redução nas taxas de juros do crédito consignado do INSS, Instituto Nacional do Seguro Social. Essa mudança afeta diretamente os aposentados e pensionistas que utilizam essa modalidade de empréstimo pessoal consignado. A taxa foi reduzida de 1,84% para 1,80% e entrará em vigor assim que a normativa da Previdência Social for publicada.

A nova taxa de 1,80% é um pouco maior do que a proposta anteriormente, que era de 1,77% para empréstimos e 2,62% para cartões, de acordo com informações do Ministério da Previdência Social em reunião do CNPS. Vale ressaltar que esse percentual é o máximo que pode ser cobrado, e as instituições financeiras têm permissão para estabelecer taxas menores, mas nunca maiores.

Empréstimo consignado para aposentados e pensionistas do INSS

De acordo com as regras atuais, os aposentados e pensionistas do INSS podem comprometer até 45% do valor do benefício com empréstimos, sendo 35% destinados ao empréstimo pessoal, 5% para o cartão de crédito e 5% para o cartão de benefício, que foi instituído em 2022.

Desde que assumiu a Previdência, o ministro Carlos Lupi tem apresentado propostas de redução nas taxas de juros do consignado, mas essas propostas não têm sido bem recebidas pelo setor bancário. Os bancos argumentam que a queda da taxa básica de juros da economia, a Selic, não deveria implicar automaticamente em uma redução dos juros do consignado.

Diante das divergências entre a Previdência e os bancos, a criação de um “gatilho” para os juros tem sido discutida. Esse mecanismo permitiria que os juros do consignado fossem ajustados de acordo com as variações da taxa Selic. Contudo, essas divergências causaram um adiamento da decisão, levando os conselheiros do CNPS a buscar mais informações para compreender melhor a composição e definição da taxa do consignado. Uma nova reunião está prevista para janeiro de 2024.

Benefícios do Crédito Consignado para Aposentados

Com a nova taxa de juros proposta, a Previdência e o setor bancário continuam em busca de um equilíbrio que beneficie os aposentados e pensionistas do INSS. No entanto, a Febraban (Federação Brasileira de Bancos) informou que a redução na taxa de juros vai contra as tentativas do Ministério da Fazenda de impulsionar a economia, já que levou a uma diminuição na oferta de crédito, prejudicando especialmente aqueles com renda mais baixa.

É importante ressaltar que o crédito consignado é uma modalidade controlada pela Previdência Social, e a taxa de juros é definida pelo CNPS. Os aposentados e pensionistas do INSS devem ficar atentos às mudanças nas taxas e buscar informações atualizadas sobre as condições de empréstimo disponíveis.

O crédito consignado oferece algumas vantagens para os aposentados e pensionistas do INSS. Além de taxas de juros mais baixas em comparação a outras modalidades de empréstimo, o pagamento das parcelas é descontado diretamente do benefício, o que facilita o controle financeiro.

Outro benefício é a facilidade de obtenção do crédito, pois não é exigida uma análise de crédito rigorosa. Isso ocorre porque o valor é garantido pelo benefício do INSS, reduzindo o risco para as instituições financeiras.

Apesar das vantagens, é importante que os aposentados e pensionistas do INSS tenham alguns cuidados ao contratar o crédito consignado. É fundamental comparar as taxas de juros oferecidas por diferentes instituições financeiras e verificar se existem outras tarifas ou encargos envolvidos.

Também é importante ter um planejamento financeiro para garantir que o comprometimento da renda com o empréstimo não ultrapasse o limite estabelecido pela Previdência Social. É essencial avaliar se o valor das parcelas caberá no orçamento mensal.

Cuidados ao contratar o crédito consignado

Além do crédito consignado, os aposentados e pensionistas do INSS também podem ter acesso a outras opções de empréstimo. Algumas instituições financeiras oferecem empréstimos pessoais tradicionais, que não têm a mesma restrição de desconto em folha de pagamento.

É importante avaliar as condições oferecidas por cada instituição e comparar as taxas de juros, prazos e valores disponíveis. O ideal é buscar orientação de um profissional especializado em finanças para tomar a melhor decisão de acordo com as necessidades e perfil financeiro.

A redução nas taxas de juros do crédito consignado do INSS é uma medida que busca beneficiar os aposentados e pensionistas, proporcionando condições mais favoráveis para a obtenção de empréstimos. No entanto, é fundamental ficar atento às mudanças nas taxas e buscar informações atualizadas antes de contratar qualquer modalidade de crédito.

O crédito consignado oferece vantagens, como taxas de juros mais baixas e facilidade na obtenção do empréstimo, mas é importante tomar cuidado e analisar as condições oferecidas por diferentes instituições financeiras. Além disso, é essencial ter um planejamento financeiro para garantir que o empréstimo não comprometa excessivamente a renda mensal.

Lembre-se de que existem outras opções de empréstimo disponíveis para os aposentados e pensionistas do INSS, e é importante avaliar cada uma delas antes de tomar uma decisão. Consultar um especialista em finanças pode ser uma boa escolha para obter orientação adequada e tomar a melhor decisão de acordo com suas necessidades e perfil financeiro.

Abquesia Farias

Especialista em Redação por mais de 5 anos, escreve textos para o Revista dos Benefícios com temas de Benefícios Sociais, Direitos do Trabalhador e Economia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *