Revista dos Benefícios

DECISÃO OFICIAL: Itaú ACERTOU venda de R$ 250 Milhões e encerrou os serviços

DECISÃO OFICIAL: Itaú ACERTOU venda de R$ 250 Milhões e encerrou os serviços
DECISÃO OFICIAL: Itaú ACERTOU venda de R$ 250 Milhões e encerrou os serviços. Foto: Reprodução

O Itaú Unibanco, um dos principais bancos brasileiros, concluiu em novembro de 2023 seu processo de saída do mercado argentino. Após anos de atuação no país vizinho, a instituição financeira obteve autorização do Banco Central da República Argentina para encerrar suas operações locais, alienando suas ações do Banco Itaú Argentina e subsidiárias para o Banco Macro em uma transação avaliada em aproximadamente R$ 250 milhões.

Essa decisão estratégica reflete a busca do Itaú por operações mais rentáveis e alinhadas com sua presença regional, priorizando mercados onde possui maior escala e potencial de crescimento.

Embora tenha encerrado suas atividades bancárias na Argentina, o Itaú manterá um escritório de representação no país para continuar atendendo seus clientes corporativos locais e regionais.

Saída do Itaú do mercado argentino

O Itaú era o 16º banco em volume total de empréstimos em pesos argentinos, atendendo principalmente empresas exportadoras. Entretanto, sua operação de varejo no país nunca atingiu a escala desejada e não se mostrava rentável. Essa realidade, somada à estratégia do banco de concentrar suas atividades em mercados com maior presença e potencial, levou à decisão de se retirar do cenário argentino.

A venda das ações do Banco Itaú Argentina e suas subsidiárias para o Banco Macro, avaliada em US$ 50 milhões (cerca de R$ 250 milhões), permitiu que o Itaú se retirasse completamente do mercado argentino.

Essa transação marca uma mudança significativa no posicionamento do banco brasileiro na América Latina, destacando sua busca por operações mais rentáveis e estratégicas na região.

Apesar de encerrar suas atividades bancárias na Argentina, o Itaú pretende manter um escritório de representação no país para continuar atendendo seus clientes corporativos locais e regionais. Segundo o CEO regional do Itaú para Argentina, Paraguai e Uruguai, André Gailey, o banco continuará a oferecer serviços de wealth e private banking a partir de suas unidades no Brasil e em outras localidades externas.

Continuidade no atendimento a clientes corporativos

Mesmo após o encerramento de suas atividades bancárias na Argentina, o Itaú manterá um escritório de representação no país para continuar atendendo seus clientes corporativos locais e regionais.

Essa estratégia permite que o banco preserve seus vínculos com empresas e grupos econômicos importantes, mesmo sem uma presença física de serviços bancários tradicionais.

De acordo com o CEO regional do Itaú, a instituição continuará a oferecer serviços de wealth e private banking a partir de suas unidades no Brasil e em outras localidades externas. Essa abordagem possibilita que o banco mantenha sua relação com clientes de alto patrimônio, mesmo após o encerramento de suas operações bancárias na Argentina.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação

Política de privacidade e cookies