EconomiaGeral

MARTELO BATIDO HOJE (27/02) e vai impactar poupança da CAIXA com final 1,3,5,7,9,2,4,6,8 e 0

MARTELO BATIDO HOJE (26/02) e vai impactar poupança da CAIXA com final 1,3,5,7,9,2,4,6,8 e 0
MARTELO BATIDO HOJE e vai impactar poupança da CAIXA com final 1,3,5,7,9,2,4,6,8 e 0. Imagem: Revista dos Benefícios

O investimento em poupança é uma das opções mais populares entre os brasileiros quando se trata de economizar dinheiro. Nesse cenário, a poupança da Caixa Econômica Federal é uma das mais escolhidas. Mas, você sabe qual é o rendimento da poupança da Caixa hoje? Neste artigo, vamos esclarecer essa e outras dúvidas.

Os rendimentos da poupança da Caixa são determinados de acordo com a taxa SELIC e a Taxa Referencial (TR). Quando a taxa SELIC está acima de 8,5% ao ano, o rendimento é de 0,5% ao mês mais TR. Caso a SELIC seja inferior a esse valor, o rendimento é de 70% da SELIC mais a TR.

Atual rendimento da poupança da Caixa

No momento, com a taxa SELIC acima de 8,5% ao ano, o rendimento da poupança da Caixa está em 0,5% ao mês mais a TR. No entanto, é importante salientar que a Taxa Referencial varia diariamente, influenciada pela variação dos juros dos títulos públicos federais.

A poupança é um produto padronizado entre os bancos. Isso significa que, independentemente da instituição financeira que você escolha para investir, o rendimento será o mesmo. Portanto, a poupança da Caixa tem o mesmo rendimento que a poupança de outros bancos.

Vale a pena investir na poupança da Caixa?

Embora a poupança da Caixa seja uma opção segura e de fácil acesso, ela não é a melhor escolha para quem busca uma alta rentabilidade. Há outros investimentos com o mesmo nível de risco que oferecem rendimentos superiores, como CDBs com liquidez diária e títulos públicos.

Se você busca opções de investimento com maior rentabilidade, considere alternativas como:

  • CDBs com liquidez diária: Esses títulos de renda fixa oferecidos por bancos costumam ter rendimentos superiores aos da poupança e podem ser resgatados a qualquer momento.
  • Títulos públicos: São títulos emitidos pelo Tesouro Nacional e considerados os investimentos mais seguros do país. O Tesouro Selic, por exemplo, tem sua rentabilidade atrelada à taxa Selic e, por isso, tende a render mais que a poupança em períodos de alta da taxa básica de juros.
  • Fundos DI: São fundos de investimento que aplicam a maior parte de seu patrimônio em ativos atrelados à taxa DI (CDI), que segue de perto a taxa Selic. Geralmente, rendem mais que a poupança, mas é preciso ficar atento às taxas de administração.

A poupança da Caixa é uma opção segura e de fácil acesso para quem deseja começar a investir. No entanto, seu rendimento costuma ser baixo em comparação com outros investimentos de mesmo risco. Portanto, é importante considerar outras opções e escolher a que melhor atende aos seus objetivos financeiros.

Ester Farias

Editora de conteúdo jornalístico, com mais de 11 mil textos publicados. Atualmente, dedica-se à revisão e produção no Revista dos Benefícios.