Benefícios SociaisGeral

FESTA CONFIRMADA: IDOSOS com 60,61,62,63,64,65 anos pra cima com CPFs são CONVOCADOS para benefícios incríveis e pulam de alegria

Benefício. Foto: Reprodução

A Carteira do Idoso é um documento de extrema importância para os brasileiros com idade superior a 60 anos. A saber, o documento proporciona acesso a benefícios adicionais e uma variedade de serviços essenciais. Se você é um idoso com CPF convocado para o pacote surpresa de hoje, fique atento, pois a consulta já está liberada.

De antemão, é importante destacar que a Carteira do Idoso é um documento que atesta a condição de renda de pessoas acima de 60 anos. Ela garante benefícios significativos, como gratuidade e descontos em transportes intermunicipais e interestaduais. Vinculada à Secretaria Nacional de Assistência Social (SNAS), essa carteira é amplamente reconhecida e aceita por todas as empresas de transporte do país, inclusive em voos domésticos, em certas condições.

A Carteira do Idoso inclui dados vitais para a identificação e uso adequado. Ela contém o nome completo do titular, a data de nascimento, os números de RG, CPF e NIS (Número de Inscrição Social), a data de expedição e validade, além de um QR Code para verificação digital.

Quem pode receber os benefícios da Carteira do Idoso?

  • Idosos com mais de 60 anos, recebendo até dois salários mínimos (até R$2.824,00) e sem comprovação de renda, podem solicitar a Carteira do Idoso.
  • É necessário estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).
  • Se você ainda não está cadastrado, procure o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) mais próximo para efetuar o cadastro.

Passo a passo para emitir a Carteira do Idoso online

A emissão online da Carteira do Idoso é um processo direto. A seguir, apresentamos um passo a passo detalhado:

  1. Acesse o portal Carteira do Idoso.
  2. Clique em “Emitir Carteira”.
  3. Faça login ou crie uma conta Gov.br.
  4. Autorize o uso dos seus dados.
  5. Escolha “Emitir Carteira de pessoa idosa” e siga as instruções para emissão.
  6. Após a emissão, você pode imprimir o documento ou salvá-lo digitalmente.

Se você preferir ou necessitar do atendimento presencial, o CRAS também realiza a emissão da carteira. Basta levar seu documento de identidade, CPF e o número do NIS. O CRAS pode fornecer uma declaração provisória enquanto a carteira oficial é processada, o que pode levar até 45 dias.

Lembre-se de que a carteira tem validade de dois anos, com a data de vencimento especificada no documento. É importante solicitar a renovação antes do término da validade para manter os benefícios ativos.

Benefícios para os idosos

IPTU: Isenção para Idosos

Em algumas cidades, os idosos têm direito à isenção do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). As regras podem variar de acordo com a idade e o valor do imóvel. Em algumas cidades, por exemplo, é necessário ser aposentado, pensionista ou beneficiário de renda mensal vitalícia, não possuir outro imóvel no município e utilizar o imóvel como residência.

Além disso, é preciso ter renda mensal que não ultrapasse três salários mínimos para isenção total ou entre três e cinco salários mínimos para isenção parcial. O valor venal do imóvel também deve estar dentro de um limite estabelecido. Para saber se você tem direito à isenção e conhecer as regras específicas da sua cidade, é importante consultar a secretaria da fazenda local.

Imposto de Renda: Isenção Extra para Aposentados e Pensionistas

Todos os aposentados e pensionistas com mais de 65 anos têm direito a uma isenção extra na declaração de Imposto de Renda. Além da isenção normal de até R$ 1.903,98 por mês, esses idosos contam com uma faixa adicional de isenção de igual valor. Isso significa que eles estão livres de pagar imposto de renda sobre uma parte maior de seus rendimentos.

Essa isenção extra é um benefício importante para os idosos, pois pode ajudar a reduzir a carga tributária e aumentar a renda disponível.

Atendimento Preferencial: Prioridade nos Órgãos Públicos e Privados

De acordo com o Estatuto do Idoso, as pessoas com 60 anos ou mais têm direito a atendimento preferencial imediato e individualizado nos órgãos públicos e privados que prestam serviços à população. Isso significa que os idosos devem ser atendidos antes das demais pessoas, garantindo agilidade e respeito em seu atendimento.

Essa prioridade se estende também aos processos e procedimentos realizados na administração pública, empresas prestadoras de serviços públicos, instituições financeiras e na Defensoria Pública. O objetivo dessa medida é garantir o acesso dos idosos aos serviços essenciais de forma mais rápida e eficiente.

Meia-Entrada: Desconto em Eventos Artísticos, Culturais, Esportivos e de Lazer

Os idosos têm direito a desconto de pelo menos 50% nos ingressos para eventos artísticos, culturais, esportivos e de lazer.

Essa é uma forma de incentivar a participação dos idosos na vida cultural e esportiva do país, proporcionando acesso a atividades de entretenimento e lazer a preços mais acessíveis. Para obter o desconto, basta apresentar um documento de identidade que comprove a idade.

Transporte Público Urbano: Gratuidade e Assentos Reservados

Qualquer idoso com mais de 65 anos tem direito à gratuidade nos transportes coletivos públicos urbanos. Para fazer uso desse benefício, basta apresentar qualquer documento pessoal que comprove a idade. Além disso, é obrigatório reservar 10% dos assentos desses transportes para os idosos, garantindo conforto e segurança durante o trajeto.

Transporte Coletivo Interestadual: Vagas Gratuitas e Desconto nas Passagens

No transporte coletivo interestadual, as empresas são obrigadas a reservar duas vagas gratuitas por veículo para idosos com renda de até dois salários mínimos. Quando as duas vagas gratuitas estiverem ocupadas, as empresas devem oferecer desconto de pelo menos 50% no valor das passagens para os idosos que comprovarem a limitação de renda. Essa medida visa garantir o acesso dos idosos a viagens interestaduais, permitindo que eles possam visitar familiares, realizar tratamentos de saúde ou desfrutar de momentos de lazer em outras regiões do país.

Estacionamento: Vagas Reservadas para Idosos

A lei também determina que 5% das vagas de estacionamento públicas e privadas sejam reservadas para os idosos. Essas vagas devem ser sinalizadas e posicionadas de forma a proporcionar mais comodidade aos idosos, facilitando seu acesso aos estabelecimentos comerciais e serviços públicos. Essa medida contribui para a inclusão dos idosos na sociedade, garantindo seu direito à mobilidade e autonomia.

Medicamentos: Fornecimento Gratuito pelo Poder Público

O Estatuto do Idoso estabelece que cabe ao Poder Público fornecer gratuitamente medicamentos, especialmente os de uso continuado, assim como próteses, órteses e outros recursos relacionados ao tratamento, habilitação ou reabilitação dos idosos.

Além do Sistema Único de Saúde (SUS), os idosos podem contar com o Programa Farmácia Popular do Brasil, que oferece medicamentos gratuitos ou com descontos de até 90% em relação aos preços praticados no mercado. Essa medida contribui para garantir o acesso dos idosos aos medicamentos necessários para o tratamento de suas condições de saúde.

BPC: Benefício de Prestação Continuada

Os idosos a partir dos 65 anos, que comprovem baixa renda mensal, têm direito ao Benefício de Prestação Continuada (BPC). Esse benefício é uma ajuda financeira no valor de um salário mínimo por mês e tem como objetivo garantir a subsistência dos idosos em situação de vulnerabilidade social.

Para ter acesso ao BPC, é necessário comprovar que a renda média por pessoa do grupo familiar é menor do que um quarto do salário mínimo. O BPC é concedido mediante avaliação social e econômica realizada pelos órgãos responsáveis.

Abquesia Farias

Especialista em Redação por mais de 5 anos, escreve textos para o Revista dos Benefícios com temas de Benefícios Sociais, Direitos do Trabalhador e Economia.