Benefícios SociaisBolsa FamíliaGeral

COMUNICADO GERAL HOJE (03/03): 13º salário do BOLSA FAMÍLIA vai ser PAGO nos dias 10,11,12,13,16,17,18,19,20,23 de dezembro? Esse ano vai ter o Abono Natalino do Bolsa Família de R$600? Veja o que se sabe OFICIALMENTE

13º salário do Bolsa Família. Foto: Reprodução

O programa Bolsa Família tem sido uma importante ferramenta de combate à pobreza e de transferência de renda para as famílias mais vulneráveis no Brasil. Desde a sua implementação, surgiram diversas dúvidas sobre o pagamento do 13º salário do Bolsa Família em 2024. 

O Bolsa Família é um programa de assistência social que busca combater a pobreza e a desigualdade por meio da transferência direta de recursos para as famílias mais necessitadas. Ele é destinado a famílias em situação de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89,00 mensais, e famílias em situação de pobreza, com renda per capita entre R$ 89,01 e R$ 178,00 mensais.

O benefício é concedido de forma condicional, ou seja, as famílias devem cumprir algumas obrigações nas áreas de saúde e educação para receberem o auxílio.

O Bolsa Família possui três principais objetivos:

  1. Aliviar a pobreza e a miséria da população mais vulnerável, garantindo a essas famílias o acesso a recursos mínimos para a sua subsistência.
  2. Promover o desenvolvimento humano, por meio do estímulo à frequência escolar e ao acompanhamento de saúde das crianças e adolescentes beneficiários.
  3. Contribuir para a superação da pobreza intergeracional, que é a transmissão da pobreza de uma geração para outra. O programa busca quebrar esse ciclo ao investir na educação e na saúde das crianças, proporcionando a elas melhores oportunidades no futuro.

13º salário do Bolsa Família vai ser pago em dezembro de 2024?

A saber, o 13º salário do Bolsa Família começou a ser pago durante o governo Bolsonaro, em 2019. Na época, o ex-presidente prometeu a continuidade desse benefício nos anos seguintes, cumprindo uma das promessas de campanha. No entanto, desafios orçamentários e o aumento das dívidas durante a pandemia dificultaram a concretização do abono extra aos beneficiários.

No momento, há muitas dúvidas sobre a continuidade do 13º salário do Bolsa Família em 2024. Com o Bolsa Família no governo Lula, muitas incertezas surgiram em relação a esse benefício adicional.

De antemão, é importante destacar que o atual presidente, Lula, não incluiu a promessa do 13º salário do Bolsa Família em sua campanha eleitoral, o que diminuiu as expectativas para seu pagamento em dezembro. Ademais, até o momento, Governo não confirmou o pagamento do 13º salário do Bolsa Família.

Caso fosse aprovado, o Bolsa Família poderia ser pago nos dias 10,11,12,13,16,17,18,19,20,23 de dezembro, seguindo a ordem de pagamentos do respectivo mês.

Caso o 13º salário do Bolsa Família fosse pago, teria direito a esse benefício toda família com renda mensal de até R$ 218 por pessoa. Isso significa que a renda somada de todos os integrantes da família, dividida pelo número de pessoas, deve ser menor que R$ 218.

Valores pagos pelo Bolsa Família

Até que novos valores sejam definidos, o Governo Federal mantém a composição atual para o Bolsa Família da seguinte forma:

  • Benefício de Renda de Cidadania (BRC): R$ 142 por pessoa da família.
  • Benefício Complementar (BCO): Garante que todas as famílias beneficiadas recebam, no mínimo, R$ 600.
  • Extraordinário de Transição (BET): Garante que todos os beneficiários não recebam valores menores do que recebiam no programa anterior, o Auxílio Brasil. O pagamento está confirmado até maio de 2025.
  • Benefício Primeira Infância (BPI): R$ 150 a mais por criança de zero a sete anos incompletos.
  • Benefício Variável Familiar (BVF): R$ 50 pagos a mais para gestantes e crianças/adolescentes de 7 a 18 anos incompletos.
  • Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN): R$ 50 pagos para cada membro da família com até sete meses incompletos (nutriz), com início das transferências em setembro.

Calendário do Bolsa Família em março

O calendário de pagamento do Bolsa Família é divulgado anualmente pelo Ministério da Cidadania. Ele estabelece as datas em que os benefícios serão disponibilizados para saque, levando em consideração o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) do titular do benefício.

No mês de março, haverá duas antecipações nos pagamentos. Elas se referem aos pagamentos das segundas-feiras que são pagos nos sábados anteriores. Confira:

  • NIS de final 1: depósito na conta em 15 de março;
  • NIS de final 2: depósito na conta em 18 de março (valores disponibilizados no sábado, dia 16/03);
  • NIS de final 3: depósito na conta em 19 de março;
  • NIS de final 4: depósito na conta em 20 de março;
  • NIS de final 5: depósito na conta em 21 de março;
  • NIS de final 6: depósito na conta em 22 de março;
  • NIS de final 7: depósito na conta em 25 de março (valores disponibilizados no sábado, dia 23/03);
  • NIS de final 8: depósito na conta em 26 de março;
  • NIS de final 9: depósito na conta em 27 de março;
  • NIS de final 0: depósito na conta em 28 de março.

É importante ressaltar que as datas de pagamento do Bolsa Família podem variar de acordo com o final do NIS e que os valores são depositados diretamente na conta bancária do titular do benefício. Caso a família não possua uma conta bancária, o saque pode ser realizado em uma agência da Caixa Econômica Federal.

Como se inscrever no Bolsa Família?

Para se cadastrar no programa Bolsa Família, é necessário atender aos critérios de renda estabelecidos pelo governo federal.

As famílias que desejam se inscrever no programa devem procurar o setor responsável pela assistência social do seu município e apresentar os documentos exigidos, como RG, CPF, comprovante de residência e carteira de trabalho.

Após o cadastro, as informações serão analisadas e, caso a família atenda aos critérios estabelecidos, ela será incluída no programa e receberá um cartão magnético para o saque dos benefícios.

Abquesia Farias

Especialista em Redação por mais de 5 anos, escreve textos para o Revista dos Benefícios com temas de Benefícios Sociais, Direitos do Trabalhador e Economia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *