Direitos do TrabalhadorGeralINSS

MARTELO BATIDO! Auxílio-doença LIBERA prorrogação do benefício para CPFs 1,2,3,4,5,6,7,8,9 e 0 e brasileiros festejam!

MARTELO BATIDO! Auxílio-doença LIBERA prorrogação do benefício para CPFs 1,2,3,4,5,6,7,8,9 e 0 e brasileiros festejam!
MARTELO BATIDO! Auxílio-doença LIBERA prorrogação do benefício para CPFs 1,2,3,4,5,6,7,8,9 e 0 e brasileiros festejam! – Imagem: Reprodução.

O auxílio-doença é um benefício previdenciário pago pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) para trabalhadores que estão temporariamente incapacitados de trabalhar devido a doenças ou acidentes.

Esse benefício é concedido mediante comprovação da incapacidade por meio de perícia médica realizada pela equipe médica do Instituto. O período de recebimento do auxílio-doença varia de acordo com a avaliação médica.

No entanto, é possível solicitar prorrogação do benefício em determinados casos. Neste texto, vamos explicar como solicitar a prorrogação do auxílio-doença e quais são os critérios a serem seguidos.

O que é o auxílio-doença?

Em suma, o auxílio-doença é um benefício concedido temporariamente para trabalhadores que comprovam estar incapazes de trabalhar devido a problemas de saúde, após passarem por uma avaliação médica.

Nos primeiros 15 dias de afastamento do trabalho, a responsabilidade pelo pagamento do benefício é da empresa. A partir do 16º dia, o benefício do INSS passa a ser contado.

Para solicitar o auxílio-doença, o trabalhador deve acessar o aplicativo “Meu INSS”, disponível no site do INSS, e clicar em “Pedir Benefício por Incapacidade”. É necessário ter o número do CPF em mãos para realizar o pedido.

Como solicitar a prorrogação do auxílio-doença?

Caso o beneficiário necessite de mais tempo para se recuperar do acidente ou doença, a prorrogação do auxílio-doença pode ser solicitada nos últimos 15 dias do benefício. Há duas formas de realizar o pedido de prorrogação: através do aplicativo “Meu INSS” ou ligando para o número 135.

Após os 15 dias de prorrogação, se o beneficiário não concordar com o tempo final do benefício, é possível entrar com recurso através da Junta de Recursos.

É importante ressaltar que o INSS está realizando uma exceção à regra até o mês de abril, com a prorrogação automática do auxílio a cada 30 dias. No entanto, essa medida é temporária.

Como solicitar o auxílio-doença online?

O auxílio-doença pode ser solicitado de forma online, através do site ou aplicativo “Meu INSS”. Para isso, é necessário acessar a plataforma e realizar o login. Em seguida, basta clicar em “Pedir Benefício por Incapacidade” e seguir para a página de “Novo Requerimento”.

Durante o processo de solicitação, será necessário enviar os documentos que comprovem a incapacidade de trabalho, como atestados e laudos médicos.

O atestado deve conter o nome completo do paciente, data de emissão, diagnóstico por extenso ou código da CID, assinatura do profissional de saúde, data de início do repouso ou afastamento e prazo necessário para recuperação.

Principais critérios para solicitar prorrogação do auxílio-doença

Ao solicitar a prorrogação do auxílio-doença, é importante estar atento aos critérios estabelecidos pelo INSS. Alguns dos principais critérios são:

  • Estar dentro dos últimos 15 dias do benefício: a prorrogação deve ser solicitada dentro desse período, caso contrário, não será aceita;
  • Comprovar a necessidade de mais tempo para recuperação: é fundamental apresentar documentos médicos que evidenciem a continuidade da incapacidade de trabalho;
  • Realizar a solicitação através dos canais oficiais: a prorrogação do auxílio-doença deve ser solicitada exclusivamente pelo aplicativo “Meu INSS” ou pelo telefone 135;
  • Acompanhar o tempo de prorrogação: após os 15 dias da prorrogação, o beneficiário deve acompanhar o tempo final do benefício. Caso não esteja de acordo, é possível entrar com recurso.

É importante destacar que essas informações são válidas para o momento da escrita deste artigo. Recomenda-se sempre consultar o site oficial do INSS para obter informações atualizadas sobre os procedimentos e critérios para solicitar a prorrogação do auxílio-doença.

Carolina Ramos Farias

Redatora do Revista dos Benefícios, é Graduada pela Universidade do Estado da Bahia - UNEB. Especialista em redação sobre Direitos do Trabalhador e Benefícios Sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *