GeralEconomiaNotícias

Vômito, febre e diarreia: ANVISA surpreende e emite PROIBIÇÃO 100% OFICIAL contra 3 queijos populares diante de flagra de bactéria grave

Vômito, febre e diarreia: ANVISA surpreende e emite PROIBIÇÃO 100% OFICIAL contra 3 queijos populares diante de flagra de bactéria grave
Vômito, febre e diarreia: ANVISA surpreende e emite PROIBIÇÃO 100% OFICIAL contra 3 queijos populares diante de flagra de bactéria grave – Imagem: Reprodução.

Em 2017, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) emitiu uma resolução que abalou o mercado de laticínios.

Três lotes de queijos de uma marca renomada, a Friolack, foram atingidos por uma determinação da ANVISA após a descoberta de uma bactéria perigosa em seus produtos.

Essa intervenção da ANVISA trouxe à tona questões cruciais sobre a segurança alimentar e os desafios que as empresas enfrentam para manter a qualidade de seus produtos.

A descoberta da Listeria Monocytogenes

De acordo com a resolução da ANVISA, os lotes afetados foram o Queijo Prato Lanche (lote 290), Queijo Mussarela Fatiado (lote 303) e Queijo Coalho (lote 312) da marca Friolack.

Após análises realizadas pela autarquia, foi constatada a presença da bactéria Listeria Monocytogenes, que pode causar a doença conhecida como listeriose.

Essa bactéria é particularmente perigosa por sua capacidade de causar infecções graves no sistema nervoso central, além de sintomas como febre, calafrios, dores musculares, enjoo, vômito e diarreia.

A resposta da Friolack

Diante dessa situação, a Friolack se manifestou prontamente. Em uma nota oficial, a empresa afirmou não ter registros de reclamações sobre os produtos citados em seu Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) ou em outros órgãos.

Além disso, a Friolack realizou testes microbiológicos próprios e enviou amostras para um laboratório credenciado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), que não constataram irregularidades.

Fundada em 2001, a Friolack é reconhecida por sua preocupação com a qualidade durante todo o processo de produção de seus produtos.

A empresa afirma manter um rígido controle desde a seleção da matéria-prima até a embalagem e distribuição, seguindo rigorosamente os requisitos regulamentares do MAPA e a legislação vigente.

A resposta da ANVISA

Apesar da contestação da Friolack, a ANVISA manteve sua determinação de retirada dos lotes afetados das prateleiras dos supermercados. A autarquia informou que, embora os lotes fossem de produtos diferentes, todos apresentavam a mesma bactéria Listeria Monocytogenes.

A determinação da ANVISA de retirar os lotes afetados das prateleiras teve um impacto significativo na operação da Friolack. A empresa, de forma voluntária, realizou o recolhimento dos produtos, atendendo prontamente à ordem da autarquia.

É importante ressaltar que, segundo a própria ANVISA, apenas os lotes específicos mencionados foram atingidos pela determinação.

Todos os demais lotes e produtos da Friolack continuam sendo comercializados normalmente, seguindo as normas estabelecidas pela autarquia.

A transparência e a comunicação efetiva entre as empresas e os órgãos reguladores são fundamentais para a manutenção da confiança do consumidor.

A Friolack, ao se manifestar prontamente e fornecer detalhes sobre suas ações, demonstrou seu compromisso com a transparência.

Carolina Ramos Farias

Redatora do Revista dos Benefícios, é Graduada pela Universidade do Estado da Bahia - UNEB. Especialista em redação sobre Direitos do Trabalhador e Benefícios Sociais