Revista dos Benefícios

PIX acima de R$ 10 mil para NIS 1,2,3,4,5,6,7,8,9 e 0: SAIU a consulta saque extraordinário da Caixa em apenas 4 passos para beneficiários Auxílio Brasil e Bolsa Família

PIX acima de R$ 10 mil para NIS 1,2,3,4,5,6,7,8,9 e 0: Veja como consultar o saque extraordinário da Caixa em apenas 4 passos
PIX acima de R$ 10 mil para NIS 1,2,3,4,5,6,7,8,9 e 0: Veja como consultar o saque extraordinário da Caixa em apenas 4 passos – Imagem: Reprodução.

A Caixa Econômica Federal é uma instituição financeira essencial no Brasil, responsável pelo pagamento de diversos benefícios sociais, como o seguro-desemprego, além de ser um dos principais órgãos do país.

Recentemente, a liberação de um PIX acima de R$ 10 mil para uma lista de CPFs que tiveram seus dados pessoais vazados causou uma euforia entre os beneficiários do antigo Auxílio Brasil e Bolsa Família. Mas afinal de contas, do que se trata? Confira a seguir como consultar esse saque extraordinário da Caixa em apenas 4 passos.

PIX superior a R$ 10 mil da Caixa; veja quem recebe

Em 2022, cerca de 4 milhões de pessoas que receberam o antigo “Auxílio Brasil” tiveram suas informações vazadas, de acordo com o Instituto Sigilo.

Esses dados pessoais foram ilegalmente vazados e usados ​​por terceiros para oferecer diversos serviços financeiros, especialmente empréstimos.

Diante dessa situação, o Ministério Público Federal afirmou que cada cidadão afetado por vazamento de dados deveria receber uma indenização de R$ 15 mil.

A decisão judicial determinou que a União, a Caixa, a Dataprev e a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) sejam responsáveis ​​pelo pagamento dessa indenização.

No entanto, a Caixa recorreu da decisão e negou a divulgação dos dados, alegando que não ocorreu identificação de falhas na sua custódia de informações. A instituição garante a integridade de seus dados e a segurança de seus sistemas do Cadastro Único.

O vazamento de dados do Auxílio Brasil

A base de dados do programa Auxílio Brasil foi comprometida, o que levou à exposição de informações pessoais dos beneficiários. O vazamento de dados pessoais é uma preocupação crescente, uma vez que a identidade pode levar a consequências como roubo de informações e uso indevido de informações.

O Instituto Sigilo é uma organização voltada para a defesa da proteção de dados pessoais, compliance e segurança da informação. Seu objetivo é garantir que as informações pessoais dos cidadãos sejam seguras e que sejam tomadas medidas para prevenir vazamentos e o uso indevido desses dados.

A verificação de dados pessoais é essencial para identificar se uma pessoa está incluída na base de dados comprometida do Auxílio Brasil e se é elegível para receber uma indenização. No entanto, é fundamental destacar que a verificação não implica em um pagamento imediato, uma vez que o processo ainda está em andamento.

O vazamento de dados pessoais é uma violação grave de privacidade e pode ter consequências prejudiciais para os indivíduos afetados. É fundamental que as organizações e instituições tratem a proteção de dados pessoais como uma prioridade, implementando medidas de segurança adequadas e garantindo a conformidade com as leis de proteção de dados.

Como consultar o saque do PIX acima de R$10 mil em 4 passos? Confira!

Se você foi afetado pelo vazamento de dados da Caixa e deseja garantir o saque extraordinário acima de R$ 10 mil, siga os 4 passos abaixo:

Passo 1: Acesse o Portal Sigilo

O primeiro passo é acessar o portal disponibilizado pelo Instituto Sigilo. O endereço do site é sigilo.org.br. Esse portal permite que os beneficiários do antigo “Auxílio Brasil” verifiquem se seus dados pessoais foram comprometidos e se têm direito à intervenção.

Passo 2: Conferir se você tem direito

No portal Sigilo, localize a opção “Conferir se tenho direito”, que está localizada no início da página. Clique nessa opção para obrigação com a consulta.

Passo 3: Preencha as informações necessárias

Para obrigação com a consulta, preencha as informações solicitadas, como seu nome completo, e-mail, CPF e número de telefone. É importante fornecer informações corretas e atualizadas para que a consulta seja efetivada.

Passo 4: Concordar com os Termos de Privacidade e Uso do Site

Por último, leia atentamente os termos de privacidade e uso do site e, se estiver de acordo, marque a opção de concordância. Somente após aceitar os termos, você poderá ter a obrigação e verificar se seus dados estão listados na base de informações comprometidas.

Vale ressaltar que a confirmação dos dados e a compatibilidade com os vazados não implicam no pagamento imediato da indenização. O processo ainda está em andamento, e o site visa informar aqueles que têm direito a indenizações, para que possam manifestar interesse no processo.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação

Política de privacidade e cookies