Revista dos Benefícios

Aviso HOJE (15/04) para NIS final 0,2,5,4,3,1,6,8,7 e 9: valor EXTRA confirmado

BOLSA FAMÍLIA | Foto: José Cruz | Agência Brasil

O Bolsa Família é um programa de extrema importância porque ajuda cerca de 14,5 milhões de famílias extremamente pobres no país. Ele não é apenas um benefício, mas sim um direito fundamental que garante às famílias acesso à comida, saúde, educação e outros serviços importantes.

Em março, o Governo Federal anunciou medidas importantes para ajudar famílias pobres no Brasil. Além do dinheiro que elas já recebem do Bolsa Família, as famílias com números de inscrição social terminando de 1 a 9 também receberão uma ajuda extra e uma cesta básica em abril deste ano.

BOLSA FAMÍLIA libera auxílio extra em ABRIL para todos os NIS

Em abril, famílias com números de inscrição social terminando de 1 a 9 vão receber dinheiro extra variando de R$ 150 a R$ 300. Essa ajuda é para aumentar a renda familiar e ajudar nas despesas, principalmente na época da Páscoa, quando os gastos com comida costumam ser maiores.

Além disso, o Bolsa Família também oferecerá o seu pagamento mensal, como de costume. Vale destacar que a cesta básica não será oferecida pelo Governo Federal, mas sim os governos das cidades e estados. Isso quer dizer que as regras para quem pode receber e como é feita a distribuição podem ser diferentes em cada lugar.

Para conseguir esses benefícios, as famílias precisam se inscrever no Cadastro Único do Governo Federal, o que pode ser feito nos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) de suas cidades.

As datas de pagamento do Bolsa Família e da distribuição da cesta básica e dos auxílios podem mudar dependendo da cidade ou estado onde você mora. Para ter informações precisas sobre quem pode receber, quando será o pagamento e onde pegar a cesta básica, é importante verificar os canais oficiais do governo local.  Se tiver dúvidas, você pode procurar o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) da sua cidade.

Regras para solicitar a CESTA BÁSICA

Para garantir o acesso à cesta básica do Bolsa Família, é necessário seguir alguns passos importantes:

  1. Fazer a inscrição no Cadastro Único (CadÚnico): Esta é a primeira etapa para conseguir a cesta básica.
  2. Cumprir os critérios de elegibilidade: Cada cidade ou estado tem seus próprios critérios, que geralmente envolvem ter uma renda familiar baixa e estar em situação de vulnerabilidade social.
  3. Manter as informações atualizadas: É importante manter o CadÚnico sempre atualizado com os dados corretos de todos os membros da família.
  4. Apresentar os documentos necessários: Documentos como RG, CPF, comprovante de residência e certidão de nascimento podem ser solicitados durante o processo.
  5. Retirar a cesta básica no local designado: Geralmente, a cesta básica é retirada em pontos de distribuição indicados pelos governos municipais ou estaduais.

Quem NÃO tem direito à CESTA BÁSICA?

Veja a seguir quem NÃO tem direito à cesta básica oferecida pelo bolsa família:

  • Renda mensal acima de três salários mínimos: Se a família ganha mais do que três salários mínimos por mês, é provável que não tenha direito à cesta básica.
  • Recebimento de outros benefícios: Se já recebem outros benefícios do Governo Federal, como seguro-desemprego ou benefícios previdenciários, podem não se qualificar para a cesta básica.
  • Vínculo ao serviço público: Se algum membro da família trabalha no serviço público, é possível que não tenham direito à cesta básica.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação

Política de privacidade e cookies