Revista dos Benefícios

GRANDE VITÓRIA HOJE (16/04) a caminho: Nova lei trabalhista é costurada para garantir +1 benefício e brasileiros com carteira assinada vibram

GRANDE VITÓRIA HOJE (16/04) a caminho: Nova lei trabalhista é costurada para garantir +1 benefício e brasileiros com carteira assinada vibram
GRANDE VITÓRIA HOJE a caminho: Nova lei trabalhista é costurada para garantir +1 benefício e brasileiros com carteira assinada vibram. Foto: Reprodução

Um novo projeto tem sido discutido no país e muitos trabalhadores podem ser beneficiados com a novidade. Acontece que o Projeto de Lei (PL) 5355/23 visa a proibição de empresas negarem emprego à mulher em razão de sua condição de mãe.

A autora da proposta, Silvye Alves, reforça que as mulheres podem enfrentar preconceitos na hora de entrevistas pelo fato de serem mães. E essa realidade não é distante. Inúmeras mulheres já tiveram que responder se são mães ou não durante entrevistas de emprego.

Uma lei que as protejam de discriminação na hora da contratação de trabalho, em razão de sua condição de mãe, seria um importante passo para promover a igualdade de oportunidades“, afirma a parlamentar.

Além disso, o cenário também é pior quando se compara os salários entre homens e mulheres no Brasil. Neste ano, um levantamento feito pelo Governo Federal mostrou que a diferença salarial entre homens e mulheres chega a 25,2%.

Benefícios para trabalhadoras mães

Atualmente, a lei brasileira garante alguns benefícios às trabalhadoras mães. De acordo com o portal Contabeis, a lei CLT proíbe o empregador, por exemplo, de recusar promoção ou dispensa do trabalho por situação familiar ou gravidez. Desse modo, o novo projeto de lei visa aumentar e aprimorar a segurança às mães trabalhadoras.

Desse modo, a nova lei trabalhista proposta tem como objetivo principal garantir a igualdade de oportunidades para as mães trabalhadoras. A autora do projeto de lei ressalta que muitas mulheres enfrentam preconceitos e discriminação na hora de buscar emprego por serem mães. Essa realidade precisa ser combatida para que todas as pessoas tenham as mesmas chances de ingressar no mercado de trabalho.

Projeto de Lei para proibir discriminação entre os homens e mulheres

O Projeto de Lei (PL) 5355/23 visa proibir as empresas de negarem emprego às mulheres em razão de sua condição de mãe. Essa medida busca combater a discriminação enfrentada pelas mães trabalhadoras na hora de buscar uma oportunidade de trabalho.

A Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) já garante alguns benefícios às trabalhadoras mães. A lei proíbe o empregador de recusar promoção ou dispensa do trabalho por situação familiar ou gravidez.

Essa proteção busca garantir a segurança e a igualdade de oportunidades para as mães trabalhadoras. A nova lei trabalhista proposta é um importante passo para promover a igualdade de oportunidades para as mães trabalhadoras. É fundamental combater a discriminação que muitas mulheres enfrentam na hora de buscar emprego por serem mães.

Além disso, a diferença salarial entre homens e mulheres no Brasil também precisa ser reduzida. A nova lei busca garantir a proteção e a segurança das mães trabalhadoras, promovendo um ambiente mais justo e igualitário no mercado de trabalho. É necessário que a proposta seja analisada e aprovada pelas comissões responsáveis para que possa entrar em vigor e beneficiar inúmeras trabalhadoras CLTs.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação

Política de privacidade e cookies