EconomiaFGTS

Alerta GERAL: Péssima notícia hoje (12/06) acaba de sair para quem deseja comprar a casa própria em 2025 e brasileiros ficam assustados

Péssima notícia em relação ao FGTS pode impactar os brasileiros que pretendiam comprar a casa própria neste e no próximo ano!

Alerta GERAL: Péssima notícia hoje (11/06) acaba de sair para quem deseja comprar a casa própria em 2025 e brasileiros ficam assustados
Alerta GERAL: Péssima notícia hoje acaba de sair para quem deseja comprar a casa própria em 2025 e brasileiros ficam assustados. Imagem: Divulgação

Em um encontro sobre o setor imobiliário recentemente, o ministro das Cidades, Jader Filho, afirmou que não haverá falta de recursos para os programas de financiamento habitacional.

Ele mencionou que o governo planeja liberar entre R$20 bilhões e R$25 bilhões adicionais do FGTS para habitação.

Por outro lado, o presidente da Caixa Econômica Federal, Carlos Vieira, considera a liberação dos depósitos compulsórios dos bancos como uma alternativa para contornar possíveis limitações nos recursos disponíveis para concessão de financiamentos imobiliários.

Escassez de verba pode influenciar na compra da casa própria em 2024 e 2025

Ambos os líderes, Jader e Carlos Vieira, são políticos cientes dos desafios financeiros envolvidos. Eles reconhecem que, se não houver medidas para controlar a utilização dos recursos do fundo no próximo ano, pode haver escassez de verbas próprias para manter o ritmo dos programas de financiamento.

A situação é complicada também pelos governadores estaduais, que percebem o potencial do FGTS como uma ferramenta para melhorar a popularidade de forma consistente.

Um exemplo é Pernambuco, onde a governadora Raquel Lyra está investindo R$200 milhões para alavancar R$6 bilhões em financiamentos através do programa Morar Bem.

O que dificulta o financiamento para compra da casa própria

No entanto, há também uma preocupação generalizada de que ministros, deputados e senadores vejam o FGTS como um recurso disponível para várias finalidades.

Além disso, o Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) anunciou que trabalhadores com carteira assinada poderão solicitar empréstimos consignados através do sistema da Carteira de Trabalho Digital, acessível por aplicativo ou site.

Este movimento tem sido amplamente criticado como um equívoco significativo. O argumento é que a iniciativa visa ajudar funcionários de empresas sem convênios com bancos a obterem crédito barato, sem recorrer ao saque-aniversário do FGTS.

Portanto, o indivíduo troca uma situação difícil com o saque aniversário por outra ainda mais desafiadora ao assumir um empréstimo consignado. Em ambos os casos, não há apoio direto para financiar a compra da casa própria.