Revista dos Benefícios

SAQUE SUPERIOR a R$ 3 mil: Lula assinou novo decreto do INSS entra em vigor em maio com 3 saques à 2 milhões de CPF’s

SAQUE SUPERIOR a R$ 3 mil: Lula assinou novo decreto do INSS entra em vigor em maio com 3 saques à 2 milhões de CPF’s
SAQUE SUPERIOR a R$ 3 mil: Lula assinou novo decreto do INSS entra em vigor em maio com 3 saques à 2 milhões de CPF’s – Imagem: Reprodução.

Em meio a um cenário de calamidade pública no Rio Grande do Sul, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) tomou uma decisão crucial para fornecer assistência imediata aos beneficiários afetados.

Através de um novo decreto, o INSS liberou a antecipação de pagamentos de aposentadorias, Benefício de Prestação Continuada (BPC) e outros benefícios previdenciários, permitindo que milhões de CPFs realizem até 3 saques adicionais que podem ultrapassar a marca dos R$ 3 mil.

Essa medida excepcional visa aliviar os impactos financeiros causados ​​pelas fortes chuvas e tempestades que assolaram uma região ao sul do país, deixando um rastro de destruição e prejuízos.

Confira os detalhes dessa iniciativa do INSS, seus objetivos, os critérios de elegibilidade e as dados-chave para os pagamentos. Além disso, discutiremos as formas pelas quais a população pode contribuir para auxiliar os afetados pela calamidade no Rio Grande do Sul.

Compreendendo o decreto do INSS

O decreto que liberou os saques extras do INSS foi assinado conjuntamente pelo Ministro da Previdência Social, Carlos Lupi, e pelo presidente do INSS, Alessandro Stefanutto.

Essa portaria conjunta INSS/MPS Nº 46, de 3 de maio de 2024, determina a antecipação do pagamento de todos os benefícios previdenciários que seriam depositados apenas em junho, para o mês de maio.

Essa antecipação inclui não apenas as aposentadorias, mas também o Benefício da Prestação Continuada (BPC) e alguns benefícios extras.

O objetivo principal é fornecer assistência financeira imediata aos beneficiários que enfrentam dificuldades devido à situação de calamidade pública instaurada no Rio Grande do Sul.

Quem pode ter acesso a antecipação dos pagamentos do INSS

De acordo com as informações disponíveis, essa medida de antecipação de pagamentos aplica-se a seguros que recebam benefícios previdenciários ou assistenciais de prestação continuada. Isso significa que aposentados, pensionistas e beneficiários do BPC são elegíveis para realizar os saques extras.

No entanto, é importante ressaltar que os beneficiários que recebem benefícios temporários, como auxílio-doença, salário-maternidade e auxílio-reclusão, não têm direito a essa antecipação. Esses seguros deverão aguardar os pagamentos regulares em seus dados periódicos.

Para ter acesso aos saques extras, o beneficiário deverá solicitar o adiantamento diretamente no banco onde recebe seu benefício, mediante assinatura de um termo de opção.

Essa é uma medida fundamental para garantir a correta identificação dos beneficiários elegíveis e a efetivação dos pagamentos.

Valores e dados de pagamento do INSS

De acordo com as informações divulgadas, os valores dos saques extras podem chegar a mais de R$ 3 mil por beneficiário. Isso se deve à soma da primeira parcela do 13º salário do INSS, no valor de R$ 700, com os valores das aposentadorias, que têm como base o salário mínimo vigente de R$ 1.412,00.

O calendário de pagamentos desses saques extraordinários vai de 24 de maio a 7 de junho, conforme o seguinte cronograma:

Antecipação dos pagamentos para quem ganha até 1 salário mínimo

  • Final do benefício 1: pagamento em 24 de maio;
  • Final do benefício 2: pagamento em 27 de maio;
  • Final do benefício 3: pagamento em 28 de maio;
  • Final do benefício 4: pagamento em 29 de maio;
  • Final do benefício 5: pagamento em 31 de maio;
  • Final do benefício 6: pagamento em 03 de junho;
  • Final do benefício 7: pagamento em 04 de junho;
  • Final do benefício 8: pagamento em 05 de junho;
  • Final do benefício 9: pagamento em 06 de junho;
  • Final do benefício 0: pagamento em 07 de junho.

Antecipação dos pagamentos para quem ganha acima de 1 salário mínimo

  • Final do benefício 1 e 6: pagamento em 03 de junho;
  • Final do benefício 2 e 7: pagamento em 04 de junho;
  • Final do benefício 3 e 8: pagamento em 05 de junho;
  • Final do benefício 4 e 9: pagamento em 06 de junho;
  • Final do benefício 5 e 0: pagamento em 07 de junho.

Essa antecipação de pagamentos visa agilizar o acesso dos beneficiários aos recursos financeiros, de modo a auxiliá-los no enfrentamento das dificuldades decorrentes da situação de calamidade pública no Rio Grande do Sul.

Mobilização para ajudar o Rio Grande do Sul

Diante dessa situação de calamidade, o Brasil inteiro tem se mobilizado para prestar auxílio ao Rio Grande do Sul. Uma das iniciativas oficiais é a criação, por meio do Decreto nº 57.601, de um comitê gestor para a conta “SOS Rio Grande do Sul”, que é o canal oficial de doações do estado.

Esse comitê é formado por entidades públicas e privadas, responsáveis ​​por definir as ações, medidas e critérios de distribuição das doações arrecadadas. A chave Pix desse canal é o meio oficial para realizar contribuições.

Além disso, os Correios também estão recebendo doações nas suas agências, priorizando itens como água, alimentos da cesta básica, materiais de higiene pessoal e de limpeza, roupas de cama e banho, e até a mesma ração para animais de estimação.

A retirada desses itens ocorre das 8h às 17h. É importante ressaltar que, no caso de ações de vestuário, sapatos ou roupas, é obrigatório que esses itens estejam em bom estado de conservação.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação

Política de privacidade e cookies