Revista dos Benefícios

OFICIAL! DECISÃO HOJE (14/04) para IDOSOS de 65,66,67,68,69,70,71 anos pra cima que ainda Trabalham: INSS Emite Alerta Geral Sobre Bloqueios

OFICIAL! DECISÃO HOJE (13/04) para IDOSOS de 65,66,67,68,69,70,71 anos pra cima que ainda Trabalham: INSS Emite Alerta Geral Sobre Bloqueios
OFICIAL! DECISÃO HOJE para IDOSOS de 65,66,67,68,69,70,71 anos pra cima que ainda Trabalham: INSS Emite Alerta Geral Sobre Bloqueios. Foto: shutterstock

A aposentadoria é um momento importante na vida de qualquer trabalhador, mas muitos aposentados optam por continuar trabalhando mesmo após se aposentarem. No entanto, é importante estar ciente das limitações e considerações legais que envolvem essa escolha.

A saber, a aposentadoria por incapacidade permanente, anteriormente conhecida como aposentadoria por invalidez, é um benefício concedido a trabalhadores que não possuem mais capacidade de continuar trabalhando devido a uma incapacidade permanente.

No entanto, caso um aposentado por invalidez decida voluntariamente retornar ao trabalho, sua aposentadoria do INSS será automaticamente suspensa a partir da data de retorno às atividades.

Essa suspensão ocorre porque, ao retornar ao trabalho, o aposentado demonstra que não possui mais uma incapacidade permanente, o que invalida a concessão do benefício. É importante ressaltar que essa suspensão é automática e não requer nenhum procedimento adicional por parte do aposentado.

Aposentadoria especial do INSS

A aposentadoria especial do INSS é um benefício concedido a trabalhadores que exercem atividades laborais consideradas insalubres ou perigosas.

Nesses casos, os beneficiários da aposentadoria especial não podem continuar exercendo atividades que representem riscos à sua saúde ou integridade física. No entanto, não há impedimentos para o segurado que deseja retornar às atividades comuns de trabalho, mesmo recebendo a aposentadoria especial.

Por exemplo, um metalúrgico que trabalhava em condições de ruído acima dos limites permitidos e que se aposentou por tempo especial, pode aceitar uma proposta para trabalhar em uma função administrativa. Por ser considerada uma atividade genérica, o segurado pode exercê-la sem perder o direito à aposentadoria especial.

Caso um aposentado decida voltar a trabalhar, é importante que ele continue contribuindo normalmente para a Previdência Social. Dessa forma, ele continuará mantendo seus direitos previdenciários, como o salário-família e a assistência para reabilitação profissional.

Entretanto, é importante ressaltar que aqueles que retornam ao trabalho após a aposentadoria terão direito apenas a esses benefícios específicos, sem direito a outros benefícios previdenciários, como o auxílio por incapacidade temporária. É fundamental que o aposentado esteja ciente dessas limitações e considerações legais específicas para cada caso.

Liberada aposentadoria especial do INSS com estes 17 passos

Para solicitar a aposentadoria especial, siga o passo a passo detalhado que preparamos:

  1. Tenha em mãos seus documentos pessoais, carteira de trabalho, comprovantes de recolhimento e qualquer outro documento que comprove o tempo de trabalho em atividades especiais;
  2. Faça o login no site ou aplicativo da Previdência;
  3. Clique no ícone “Novo pedido”;
  4. Na lista de opções, escolha “Aposentadoria e CTC e Pecúlio”;
  5. Selecione a opção “Aposentadoria por Tempo de Contribuição”;
  6. Atualize seus dados, se necessário;
  7. Confira as informações e corrija se houver algum erro;
  8. Avance para a próxima etapa;
  9. O INSS pode oferecer uma simulação, mas é recomendado avançar sem realizar a simulação;
  10. Responda algumas perguntas sobre sua vida profissional;
  11. Envie os documentos necessários;
  12. Confira os períodos de trabalho ou recolhimentos apresentados;
  13. Confirme o requerimento;
  14. Escolha uma unidade de atendimento do INSS;
  15. Selecione o local de recebimento do pagamento da aposentadoria;
  16. Declarar que leu e concorda com as informações apresentadas;
  17. Finalize o requerimento.

É importante lembrar que, ao selecionar “Aposentadoria por Tempo de Contribuição”, você deve deixar claro no requerimento que deseja solicitar a Aposentadoria Especial. Esse detalhe é fundamental, pois o INSS não disponibiliza a opção específica para a Aposentadoria Especial.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação

Política de privacidade e cookies