Revista dos Benefícios

IDOSOS de 65,66,67,68,69 anos pra cima com CPF final 1,2,3,4,5,6,7,8,9 e 0 VÃO AO DELÍRIO com bônus de R$ 250,00

IDOSOS de 65,66,67,68,69 anos pra cima com CPF final 1,2,3,4,5,6,7,8,9 e 0 VÃO AO DELÍRIO com bônus de R$ 250,00
IDOSOS de 65,66,67,68,69 anos pra cima com CPF final 1,2,3,4,5,6,7,8,9 e 0 VÃO AO DELÍRIO com bônus de R$ 250,00 – Imagem: Reprodução.

O Benefício de Prestação Continuada (BPC), que tem como objetivo oferecer suporte a pessoas com deficiência e idosos acima de 65 anos. Em 2024, está previsto um aumento no valor do BPC, trazendo ainda mais alívio financeiro para os beneficiários.

A saber, o Benefício de Prestação Continuada (BPC) é um benefício assistencial oferecido pelo Governo Federal para pessoas com deficiência e idosos em situação de vulnerabilidade social. Essa assistência financeira tem como objetivo garantir um suporte mínimo para as necessidades básicas desses indivíduos.

Atualmente, o BPC oferece um auxílio mensal de até R$ 1.412 para aqueles que se enquadram nas condições de vulnerabilidade social. No entanto, está previsto um aumento no valor desse benefício em 2024, proporcionando um suporte ainda maior para os beneficiários.

Bônus de R$ 250! As mudanças previstas para o BPC em 2024

O aumento do Benefício de Prestação Continuada (BPC) em 2024 é uma medida que visa ampliar o alcance e a efetividade desse programa de assistência social.

O Projeto de Lei (PL) nº 1084/2022, proposto pelo deputado José Nelton, busca garantir que o benefício chegue de forma mais abrangente aos que realmente necessitam.

Uma das principais mudanças propostas pelo projeto é a implementação do chamado “vale sacolão”.

Esse adicional de R$ 250 representará um importante suporte financeiro para as pessoas com deficiência e idosos em situação de vulnerabilidade social, possibilitando uma melhor cobertura das necessidades básicas.

Quem terá direito ao bônus no valor do BPC?

De acordo com o PL nº 1084/2022, o vale sacolão será integrado ao Benefício de Prestação Continuada (BPC) e abrangerá os inscritos no Cadastro Único com renda familiar mensal de até um salário mínimo. Para se qualificar para o BPC, a renda per capita da família não pode ultrapassar 25% do salário mínimo.

Além do aspecto financeiro, é necessário que os beneficiários estejam cadastrados no Cadastro Único (CadÚnico) para ter direito ao benefício.

Dentre os critérios avaliados para o recebimento do BPC, incluem-se as condições de vulnerabilidade familiar, o acesso a serviços comunitários, as necessidades econômicas individuais, entre outros.

Como o BPC funciona atualmente?

Atualmente, o Benefício de Prestação Continuada (BPC) oferece um auxílio mensal de até R$ 1.412 para pessoas com deficiência e idosos em situação de vulnerabilidade social.

Esse valor é destinado a suprir as necessidades básicas desses beneficiários e garantir um suporte mínimo para sua subsistência.

Com a implementação do vale sacolão em 2024, pretende-se elevar o valor disponível para auxiliar os beneficiários, proporcionando uma cobertura mais abrangente das necessidades básicas.

Essa atualização representa um avanço na assistência social, garantindo um suporte mais sólido às pessoas com deficiência e idosos em situação de vulnerabilidade.

Projeto de Lei (PL) nº 1084/2022: O que esperar?

O Projeto de Lei (PL) nº 1084/2022, proposto pelo deputado José Nelton, é uma proposta que busca atualizar e ampliar o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Caso seja aprovado, esse projeto representará um importante avanço na assistência social do país, fornecendo um suporte financeiro adicional para os mais vulneráveis.

Atualmente, o PL está em análise na Câmara dos Deputados, aguardando a designação de um relator na Comissão de Finanças e Tributação.

Se aprovado, o adicional de R$ 250 no valor do BPC será uma conquista significativa para as pessoas com deficiência e idosos em situação de vulnerabilidade social.

Bolsa Família e BPC: possibilidade de acesso aos dois benefícios

É importante ressaltar que famílias que recebem o Bolsa Família também podem ter acesso ao Benefício de Prestação Continuada (BPC), desde que se enquadrem nas regras do programa.

Essa possibilidade de acesso aos dois benefícios pode trazer um alívio financeiro ainda maior para as famílias em situação de vulnerabilidade social.

Caso aprovado o aumento no valor do BPC em 2024, as famílias beneficiadas pelo Bolsa Família poderão contar com um suporte ainda mais significativo para suprir suas necessidades básicas.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação

Política de privacidade e cookies