Revista dos Benefícios

Histórico: Dono do Facebook perde R$ 100 Bilhões do dia para noite e leva rasteira histórica de Elon Musk

Histórico: Dono do Facebook perde R$ 100 Bilhões do dia para noite e leva rasteira histórica de Elon Musk
Histórico: Dono do Facebook perde R$ 100 Bilhões do dia para noite e leva rasteira histórica de Elon Musk. Foto: Reprodução

Mark Zuckerberg, CEO da Meta, sofreu uma grande perda financeira recentemente, perdendo aproximadamente US$20 bilhões em um único dia, o equivalente a cerca de R$100 bilhões.

Essa queda significativa nas ações da empresa permitiu que Elon Musk, CEO da Tesla e da SpaceX, o ultrapassasse no ranking de bilionários da Bloomberg, consolidando-se como o terceiro homem mais rico do mundo. Essa notícia abalou o mercado e chamou a atenção de investidores e entusiastas do setor.

As ações da Meta, empresa controladora do Facebook, despencaram 16% na Bolsa de Nova York após a divulgação dos resultados financeiros da empresa e a projeção de vendas para o segundo trimestre abaixo das expectativas. Esse declínio expressivo resultou em uma perda substancial para Zuckerberg, cujo patrimônio agora é avaliado em US$155 bilhões.

Enquanto isso, Elon Musk viu sua fortuna crescer para US$178 bilhões, graças à valorização das ações da Tesla. A empresa de carros elétricos viu suas ações dispararem 12% após Musk prometer oferecer veículos mais baratos ainda este ano, atenuando preocupações sobre resultados decepcionantes e perspectivas de crescimento menores do que o esperado.

As razões por trás da queda

A queda das ações da Meta é a maior desde outubro de 2022. A empresa enfrentou dificuldades após aumentar as estimativas de gastos para o ano e projetar vendas no segundo trimestre abaixo das expectativas de Wall Street. As incertezas relacionadas aos investimentos em inteligência artificial contribuíram para a volatilidade do mercado.

A rivalidade entre Mark Zuckerberg e Elon Musk vai além do ranking de bilionários. Os dois estão envolvidos em uma disputa desde que a Meta lançou o Threads, uma plataforma de mídia social que concorre com o X, de Musk. Em 2023, os dois trocaram farpas sobre uma possível luta física, aumentando ainda mais a tensão entre eles.

O ranking dos bilionários

Apesar da perda significativa, Zuckerberg ainda é um dos homens mais ricos do mundo, ocupando a quarta posição no ranking da Bloomberg. Bernard Arnault, dono do conglomerado de luxo LMVH, mantém a liderança, com um patrimônio de US$216,6 bilhões. Elon Musk, por sua vez, se consolida como o terceiro mais rico do mundo, superando Zuckerberg após essa queda dramática nas ações da Meta.

A perda de R$ 100 bilhões de Mark Zuckerberg em um único dia e a ultrapassagem de Elon Musk no ranking dos bilionários são eventos marcantes no mundo dos negócios.

Essas oscilações no mercado financeiro servem como lembrete de que mesmo os líderes das maiores empresas do mundo estão sujeitos a riscos e volatilidade. É importante acompanhar de perto essas movimentações e estar ciente dos impactos que elas podem ter no cenário econômico global.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação

Política de privacidade e cookies