Revista dos Benefícios

CONFIRMADO HOJE (15/04) notícia sobre PERDA da Aposentadoria

CONFIRMADO HOJE (14/04)! É Possível PERDER a Aposentadoria por Invalidez? Confirmado!
CONFIRMADO HOJE (14/04)! É Possível PERDER a Aposentadoria por Invalidez? Confirmado! – Imagem: Agência Brasil.

A aposentadoria por invalidez é um benefício fornecido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) destinado a pessoas que se encontram em situação de incapacidade total e permanente para o trabalho devido a doença, acidente ou outras causas.

No entanto, é importante saber que existem casos em que é possível perder esse benefício. Vamos explorar os motivos que podem levar à perda da aposentadoria por invalidez e como evitá-la.

Além disso, confira algumas questões fundamentais para garantir a segurança financeira daqueles que dependem desse benefício.

Aposentadoria por invalidez do INSS

Antes de abordarmos os motivos que podem ocasionar a perda da aposentadoria por invalidez, é importante entendermos melhor como esse benefício funciona.

A aposentadoria por invalidez é concedida pelo INSS a pessoas que não possuem condições de retornar ao trabalho devido a uma incapacidade total e permanente.

Para ter direito a esse benefício, é necessário cumprir alguns requisitos, como ter contribuído para a previdência pública e ter passado por avaliações médicas e perícias realizadas pelo INSS.

A aposentadoria por invalidez é uma importante fonte de renda para aqueles que não podem mais trabalhar devido a problemas de saúde.

Motivos que podem levar à perda da aposentadoria por invalidez

Existem alguns motivos que podem resultar na perda da aposentadoria por invalidez. Vamos analisar cada um deles em detalhes:

1. Óbito do beneficiário

Infelizmente, o óbito do beneficiário encerra automaticamente o pagamento da aposentadoria por invalidez. Nesse caso, os dependentes podem ter direito a outros benefícios, como pensão por morte, mas a aposentadoria por invalidez não é mais concedida.

2. Ausência em perícias periódicas

Outro motivo que pode levar à perda da aposentadoria por invalidez é a ausência em perícias periódicas. O beneficiário precisa passar por avaliações médicas regulares para comprovar que a sua condição de invalidez permanece.

Caso não compareça nessas avaliações, o benefício pode ser suspenso ou cancelado. É importante ressaltar que essa medida tem como objetivo verificar se houve alguma melhora na condição de saúde do beneficiário.

Neste sentido, caso seja constatada uma possível recuperação, o INSS pode suspender o benefício e solicitar uma reavaliação da incapacidade.

3. Assumir um novo emprego

Assumir um novo emprego pode indicar que o beneficiário possui capacidade de desempenhar uma nova atividade, o que pode levar à perda da aposentadoria por invalidez.

Ao assumir um novo emprego, o beneficiário deve informar ao INSS para que seja feita uma reavaliação da sua condição de incapacidade.

É importante destacar que assumir um novo emprego não significa necessariamente a perda da aposentadoria por invalidez. Caso o beneficiário comprove que a nova atividade não afeta a sua condição de saúde e incapacidade, o benefício pode ser mantido.

4. Realização de atividades laborais

O INSS pode investigar informações em redes sociais e outros meios para verificar se o beneficiário está realizando atividades laborais que possam indicar uma recuperação da sua condição de saúde. Caso sejam encontradas evidências de atividade laboral, o benefício pode ser suspenso ou cancelado.

Portanto, é importante que o beneficiário tenha cuidado ao realizar atividades que possam ser interpretadas como uma melhora na sua condição de saúde. Caso o INSS constate que o beneficiário possui capacidade de trabalho, o benefício pode ser revogado.

Como evitar a perda da aposentadoria por invalidez

A perda da aposentadoria por invalidez pode trazer consequências financeiras significativas para aqueles que dependem desse benefício. Para evitar essa situação, é fundamental tomar alguns cuidados:

1. Cumprir as perícias periódicas

Uma forma de evitar a perda da aposentadoria por invalidez é comparecer às perícias periódicas solicitadas pelo INSS. Essas avaliações são essenciais para comprovar a continuidade da incapacidade do beneficiário.

Desse modo, caso não seja possível comparecer à perícia na data agendada, é importante entrar em contato com o INSS para solicitar o reagendamento.

2. Manter o INSS informado sobre a condição de saúde

É importante manter o INSS informado sobre qualquer mudança na condição de saúde que possa afetar a incapacidade do beneficiário. Caso haja alguma melhora significativa na saúde, é fundamental comunicar o INSS para que seja feita uma reavaliação da condição de incapacidade.

3. Evitar atividades laborais que possam comprometer o benefício

Para evitar a perda da aposentadoria por invalidez, é fundamental evitar atividades laborais que possam comprometer o benefício. É importante ter cautela ao realizar qualquer tipo de atividade que possa ser interpretada como uma melhora na condição de saúde.

4. Buscar orientação jurídica especializada

Caso haja qualquer dúvida ou situação complexa envolvendo a aposentadoria por invalidez, é recomendado buscar orientação jurídica especializada.

Um advogado previdenciário pode auxiliar na compreensão dos direitos e deveres do beneficiário, bem como na adoção das medidas necessárias para evitar a perda do benefício.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação

Política de privacidade e cookies