Direitos do TrabalhadorGeralPIS-PASEP

NOTÍCIA NADA BOA HOJE (28/03), triste: CAIXA decide alertar quem recebeu R$2.425, R$2.450, R$2.500, R$2.600, R$2.800 por mês em 2022

NOTÍCIA NADA BOA HOJE (26/03), triste: CAIXA decide alertar quem recebeu R$2.425, R$2.450, R$2.500, R$2.600, R$2.800 por mês em 2022
NOTÍCIA NADA BOA HOJE, triste: CAIXA decide alertar quem recebeu R$2.425, R$2.450, R$2.500, R$2.600, R$2.800 por mês em 2022 – Imagem: Reprodução.

Uma notícia preocupante surge hoje com um alerta emitido pela Caixa Econômica Federal (CEF) para aqueles que receberam salários de R$2.425, R$2.600, R$2.800 ou mais por mês no ano de 2022.

O aviso diz respeito ao benefício do PIS/Pasep, um programa criado pelo governo federal com o objetivo de distribuir recursos para os trabalhadores, promovendo sua integração no desenvolvimento das empresas (no caso do PIS) e no serviço público (no caso do Pasep). No entanto, para ter direito a esse benefício, existem requisitos específicos que precisam ser atendidos.

Triste notícia da Caixa! Critérios de pagamento do PIS/Pasep

De acordo com a Caixa Econômica Federal, o trabalhador que recebeu salários acima de dois salários mínimos por mês em 2022 não terá direito ao recebimento do PIS/Pasep em 2024.

Isso se deve ao critério estabelecido para o programa, que considera a média salarial recebida no ano-base para determinar a elegibilidade do trabalhador ao benefício.

Portanto, os trabalhadores que se enquadram nessa situação, ou seja, que receberam valores como R$2.425, R$2.600, R$2.800, devem estar cientes de que não receberão o abono salarial neste ano por conta do limite de 2 salários mínimos do PIS/PASEP.

Essa notificação serve como um alerta para aqueles que podem ter expectativas de receber o benefício, mas não se enquadram nos critérios estabelecidos.

Calendário de pagamento do PIS/Pasep em 2024

É importante ressaltar que o calendário de pagamento varia de acordo com o mês de nascimento do trabalhador. Portanto, é essencial que cada indivíduo verifique a data correspondente ao seu mês de nascimento para evitar perder o prazo.

Confira abaixo o calendário de pagamento do PIS/Pasep em 2024:

Mês de NascimentoRecebem a partir deRecebem até
Janeiro15/02/202427 de dezembro 2024
Fevereiro15/03/202427 de dezembro 2024
Março15/04/202427 de dezembro 2024
Abril15/04/202427 de dezembro 2024
Maio15/05/202427 de dezembro 2024
Junho15/05/202427 de dezembro 2024
Julho17/06/202427 de dezembro 2024
Agosto17/06/202427 de dezembro 2024
Setembro15/07/202427 de dezembro 2024
Outubro15/07/202427 de dezembro 2024
Novembro15/08/202427 de dezembro 2024
Dezembro15/08/202427 de dezembro 2024

Formas de sacar o PIS/Pasep

O saque do PIS/Pasep pode ser realizado de diferentes formas, dependendo da situação do trabalhador. Confira as principais opções de saque:

  • Saque nas agências bancárias: O trabalhador pode se dirigir a uma agência da Caixa Econômica Federal (PIS) ou do Banco do Brasil (Pasep) com o Cartão Cidadão e senha para realizar o saque;
  • Saque nas loterias: Para valores até R$ 1.500,00, é possível realizar o saque nas loterias utilizando o Cartão Cidadão e senha;
  • Crédito em conta: Se o trabalhador possuir conta na Caixa Econômica Federal (PIS) ou no Banco do Brasil (Pasep), o valor pode ser creditado diretamente na conta;
  • Saque por procuração: Caso o trabalhador não possa comparecer pessoalmente para o saque, é possível nomear um procurador para fazer o saque em seu nome, mediante procuração registrada em cartório e apresentação dos documentos necessários.

Cálculo do valor do PIS/Pasep

O valor do PIS/Pasep varia de acordo com o tempo de trabalho e as remunerações recebidas pelo trabalhador no ano-base. Para realizar o cálculo, é considerada a proporção de meses de trabalho e a média salarial.

O valor do abono salarial pode variar de R$117 a até um salário mínimo vigente (R$1.412), de acordo com as regras determinadas pelo governo. Confira as proporções:

  • 1 mês trabalhado: R$ 117,67;
  • 2 meses trabalhados: R$ 235,33;
  • 3 meses trabalhados: R$ 353,00;
  • 4 meses trabalhados: R$ 470,65;
  • 5 meses trabalhados: R$ 588,32;
  • 6 meses trabalhados: R$ 706,00;
  • 7 meses trabalhados: R$ 823,66;
  • 8 meses trabalhados: R$ 941,33;
  • 9 meses trabalhados: R$ 1.059,00;
  • 10 meses trabalhados: R$ 1.176,68;
  • 11 meses trabalhados: R$ 1.294,34;
  • 12 meses trabalhados: R$1.412,00.

É importante que os trabalhadores estejam cientes dos critérios e datas relacionados ao PIS/Pasep para garantir o recebimento desse importante benefício. Qualquer dúvida ou consulta adicional pode ser esclarecida diretamente nas agências da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil.

Carolina Ramos Farias

Redatora do Revista dos Benefícios, é Graduada pela Universidade do Estado da Bahia - UNEB. Especialista em redação sobre Direitos do Trabalhador e Benefícios Sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *